PROCESSO SELETIVO 2022 INSCREVA-SE

GRADUAÇÃO - LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

Autorizado pela Portaria Ministerial n 1.010 de 20 de maio de 2019

OBJETIVOS

A proposta para o Curso tem como meta atender os objetivos do trabalho com a docência para Educação Infantil, Anos Iniciais do Ensino Fundamental, no Ensino Médio (curso Normal) e para a Gestão Escolar favorecendo o desenvolvimento integral de crianças, jovens e adultos dessa fase educativa, em todos os seus aspectos: físicos, psicológicos, intelectuais, culturais e sociais, privilegiando a formação ética e cidadã do aluno, como partícipe da sociedade, exercitando seus direitos e deveres políticos, civis e sociais, com atitudes de solidariedade, cooperação e repúdio às injustiças, respeito a si, ao outro e à comunidade, bem como viabilizar o desenvolvimento de gestão e planejamento educacional.

Dessa forma, o Curso de Licenciatura em Pedagogia terá como objetivos:

  • Garantir uma sólida formação teórica que lhes permita uma prática competente e coerente com os princípios que orientam a educação;
  • Preparar o profissional da educação para a pesquisa, análise, avaliação e intervenção nos processos pedagógicos e de gestão a partir de procedimentos teórico-práticos;
  • Promover a análise dos conhecimentos reflexivos-aplicativos do processo formativo, em contextos organizados, com vistas ao crescimento individual e ao desenvolvimento social;
  • Capacitar para a elaboração e desenvolvimento de projetos significativos para sua realidade, visando o aprimoramento de suas competências profissionais;
  • Qualificar o profissional da educação como partícipe e construtor do conhecimento, do planejamento e da gestão democrática do processo de ensino-aprendizagem da educação básica/Anos Iniciais do Ensino Fundamental/Educação Infantil;
  • Oportunizar um referencial teórico-filosófico e metodológico que fundamente a profissão professor no ensino;
  • Proporcionar capacidade de estabelecer diálogo entre a área educacional e demais áreas do conhecimento na busca de soluções para os problemas que se desencadeiam no processo econômico e social;
  • Possibilitar a compreensão e valorização do pluralismo de ideias e dos meios de comunicação como compromisso social de desenvolvimento local, regional e global;
  • Promover condições que contribuam com a qualidade de vida pessoal e profissional do contexto em que vive e da sociedade a que pertence;
  • Possibilitar a compreensão e valorização do processo de alfabetização como habilidade fundamental no domínio das diferentes linguagens nos mais diversos contextos e como garantia da educação continuada ao longo da vida;
  • Oportunizar uma concepção ampliada de alfabetização e letramento ao longo de toda a vida, voltada para a integração na formação de crianças, jovens e adultos.

PERFIL DO PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO

O perfil profissional definido para o de Licenciatura em Pedagogia é o de um profissional docente, com formação para atuação crítica e interdisciplinar na realidade educacional, capacitado para trabalhar na docência e na gestão do trabalho pedagógico, e na área de serviços. Priorizando a alfabetização como habilidade fundamental para o domínio das diferentes linguagens, incluindo o planejamento, a execução e a avaliação do processo educativo, mediante o acompanhamento e registro do desenvolvimento integral de crianças, jovens e adultos da Educação Infantil, dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, no Ensino Médio (curso Normal) e na Gestão Escolar.

O professor deverá ter uma formação que lhe permita desenvolver competências diversificadas, para que possa trabalhar com conteúdos de naturezas diversas que abrangem desde cuidados básicos essenciais com seus alunos até conhecimentos específicos próprios das diversas áreas do conhecimento.

A construção de projetos educativos compartilhados com compreensão provisória do processo historicamente contextualizado exige do professor competências que conduzam à flexibilidade no diálogo, compromisso com a pesquisa e com a prática educacional capazes de responder às demandas familiares e das crianças.

Esta formação de caráter amplo deverá conduzir o futuro professor também a uma atitude de constante aprendizado e reflexão constante sobre sua prática, debatendo com os outros profissionais, investigando procedimentos e avanços das crianças, dialogando com as famílias e a comunidade, realizando pesquisa, planejamento e avaliação permanentes, direcionadas ao desenvolvimento qualitativo da aprendizagem.

Assim sendo, a educação é um processo sistemático e intencional, que privilegia o ato criativo, reflexivo e a tomada de consciência, tanto do educador quanto do educando, sobre suas relações com os objetos de conhecimento. Esse processo deve objetivar o exercício e o desenvolvimento de percepções sobre si mesmo, sobre os objetos de conhecimento e sobre o mundo, possibilitando a produção de significados, a descrição dos fenômenos e, consequentemente, a compreensão pessoal, subjetiva, criativa relacionada profundamente com a realidade.

Nesta perspectiva, aprender e compreender significativamente um objeto ou um fenômeno, suas relações nas mais diferentes linguagens, incorporando-o às estruturas do sujeito aprendiz, implicando em transformações das relações com o mundo. A aprendizagem envolve a inter-relação de comunicação, intersubjetividade do educando com o objeto de conhecimento e intencionalidade da consciência, gerando a compreensão e aplicação de novas percepções e significados em seu contexto de vivencia, passando, como nos sugere Assmann (1998), “da flexibilidade do aprender para a flexibilidade do pensar”.

Ao apresentarmos a concepção de educação e aprendizagem que norteia o curso, explicitamos a natureza social do processo de aprender no qual o sujeito aprende em seu contexto social cultural, gerando processos internos diferenciados de desenvolvimento que opera na interação, mediação e comunicação com parceiros mais experientes.

Neste sentido, a ação pedagógica do Curso fundamenta-se na concepção de educador e educando como seres intencionais, que sentem, que se comunicam nas mais diferentes linguagens, imaginam, percebem, compreendem e dão significado ao mundo, numa relação intercomunicativa. Apoia-se, por isso, no potencial criativo, na intencionalidade, na autonomia, na pesquisa, na comunicação, na flexibilidade e na diversidade enquanto princípios que dão sustentação a essa ação.