PROCESSO SELETIVO 2023 INSCREVA-SE

GRADUAÇÃO - BACHARELADO EM AGRONOMIA

Autorizado pela Portaria Ministerial n 459 de 05-02-2022

OBJETIVOS DO CURSO

Os objetivos de cada curso demonstram os propósitos pensados, a contribuição para o crescimento regional e nacional, a compatibilidade entre as habilidades e competências almejadas, a combinação das diretrizes curriculares nacionais com as suas modalidades de ensino superior, e principalmente, completa incorporação entre a identidade Institucional da IES e a formação profissional que torna possível a inserção do aluno, no mercado de trabalho.

OBJETIVO GERAL

O curso de Bacharelado em Agronomia da FACULDADE  AJES, em consonância com as políticas da IES dispostas em seu PDI/PPI e as orientações definidas nas DCN’s vigentes, — tem como objetivo geral a formação de profissionais, técnica e eticamente capacitados para atuação nas diferentes áreas de abrangência da Agronomia, visando o crescimento sustentável da agricultura e o bem-estar das populações urbanas e rurais.

Além disso, pretende formar profissionais com capacidade de gerenciar e executar projetos, de organizar e coordenar equipes a fim de buscar soluções técnicas ajustadas às demandas existentes, sob os aspectos econômicos, ambientais e sociais. Ao proposto acima, inclui-se a proposição de estimular a visão empreendedora e humanística, além do constante aprimoramento técnico dos egressos, sem que haja distanciamento com as condições socioculturais inerentes ao homem do campo, em suas regiões de atuação.

Sendo assim, o curso pretende capacitar o agrônomo com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.

A FACULDADE AJES pretende, portanto, preparar um profissional capacitado para atender às necessidades e expectativas do mercado de trabalho e da sociedade, com competência para formular, sistematizar e socializar conhecimentos em suas áreas de atuação através de uma formação quantitativa e qualitativa, técnico-científica e humanista. Esse profissional será assim dotado de raciocínio crítico, lógico, matemático e ético, o que o qualificará para promover e administrar mudanças nos processos de produção, comprometido com o desenvolvimento nacional, preparado para trabalhar em organizações públicas ou privadas.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

O Curso de Agronomia propõe-se à formação de profissionais aptos a atuar nas diferentes áreas relacionadas às atividades agropecuárias, entre elas, Produção Vegetal e Animal, Engenharia Rural, Manejo e Conservação de Solos, Administração e Economia do Agronegócio, Extensão Rural e Conservação do Meio Ambiente, Agroindústria, além de Paisagismo e Jardinagem.

Dentro dessas áreas, pretende-se a capacitação do egresso quanto ao diagnóstico de problemas e à proposição de soluções inovadoras, sob os aspectos técnicos, ambientais e econômicos, considerando-se todas as etapas da cadeia produtiva. Numa visão mais abrangente, o agrônomo formado pela AJES deverá ter capacidade de exercer gestão de equipes multidisciplinares em regiões com diferentes índices de desenvolvimento, adequando seus conhecimentos técnicos às condições econômicas e sociais presentes, buscando inovação tecnológica constante para si e seus pares.

O curso de Agronomia tem os seguintes objetivos específicos:

  • Formar profissionais com espírito empreendedor, visão do contexto social, compromisso ético e aptidão para atuarem nas diversas áreas que compõem o campo da Agronomia;
  • Gerar, adaptar e validar tecnologias à agricultura, sob a ótica da sustentabilidade da relação do homem com a natureza;
  • Desenvolver e aprimorar no aluno a capacidade de análise crítica das diferentes variáveis científicas, tecnológicas, econômicas, sociais e políticas inerentes às atividades múltiplas da Agronomia, de forma que lhe permita atuar positivamente na gestão e na tomada de decisão;
  • Proporcionar uma formação humanística e ética que possa qualificar agrônomos para atuarem no mercado conscientes da sua responsabilidade social e dos princípios éticos na sua atividade profissional;
  • Capacitar seus egressos para elaborar, coordenar, implantar e operar projetos, além de fiscalizar e supervisionar as atividades incluídas nas atribuições do engenheiro agrônomo;
  • Fornecer sólidos conhecimentos teóricos e práticos necessários, que capacitem o egresso a projetar, conduzir experimentos e interpretar resultados;
  • Garantir contínua formação científica, técnica, política e pedagógica dos docentes, assegurando uma constante atualização sobre os conhecimentos de sua área, especialmente no que diz respeito à Agronomia e seu(s) contexto(s), e áreas afins;
  • Aplicar conhecimentos matemáticos, científicos e instrumentais à Agronomia e,
  • Planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços na área da Agronomia.

PERFIL DO EGRESSO

O aluno egresso do Curso de Agronomia da FACULDADE AJES deverá estar preparado para desenvolver suas atribuições pautadas em conhecimento técnico-científico, demonstrando competência e atitudes éticas e responsáveis, de forma a desenvolver relacionamento de confiança com empresários e a sociedade em geral.

Poderão atuar em empresas privadas, instituições públicas, organizações não-governamentais, entidades civis organizadas, participando da gestão ao fornecer informações necessárias à tomada de decisão, além de sua capacidade empreendedora.

Dentro desse contexto, o egresso do Curso de Agronomia estará capacitado para a busca de soluções criativas para os problemas e criação de tecnologias, principalmente no que se refere à produção e processamento de alimentos, ao uso racional de fontes renováveis de energia e à redução do impacto ambiental da produção agrícola, entre outros, traduzindo, assim, as necessidades de todos os envolvidos, em diferentes escalas de observação. Importante destacar a ênfase na interdisciplinaridade para a construção dessas competências e habilidades, de modo que o egresso possa perceber e atuar de maneira ampla e sistêmica.

O perfil do egresso baseia-se nas Resoluções N? 1, de 02 de fevereiro de 2006 e N? 2, de 24 de abril de 2019, além das habilidades direcionadas pela IES.

O perfil do egresso do curso de graduação em Agronomia deve compreender, entre outras, as seguintes características:

  1. ter visão holística e humanista, ser crítico, reflexivo, criativo, cooperativo e ético e com forte formação técnica;
  2. estar apto a pesquisar, desenvolver, adaptar e utilizar novas tecnologias, com atuação inovadora e empreendedora;
  • ser capaz de reconhecer as necessidades dos usuários, formular, analisar e resolver, de forma criativa, os problemas relacionados às diferentes áreas da Agronomia;
  1. adotar perspectivas multidisciplinares e transdisciplinares em sua prática;
  2. considerar os aspectos globais, políticos, econômicos, sociais, ambientais, culturais e de segurança e saúde no trabalho;
  3. atuar com isenção e comprometimento com a responsabilidade social e com o desenvolvimento sustentável;
  • apresentar sólida formação científica e profissional geral, que possibilite absorver e desenvolver tecnologias;
  • capacidade crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade;
  1. compreensão e tradução das necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidade, com relação aos problemas tecnológicos, socioeconômicos, gerenciais e organizativos, bem como utilização racional dos recursos disponíveis, além da conservação do equilíbrio do ambiente; e
  2. capacidade de adaptação, de modo flexível, crítico e criativo, às novas situações.

Espera-se também que o egresso seja habilitado a atuar competitivamente em um planeta globalmente integrado, antecipando-se às constantes mutações de mercado, percebendo as vantagens competitivas oferecidas por uma economia aberta e sabendo tirar proveito de tal irreversível processo.  Além disso, o profissional formado pela FACULDADE AJES precisa entender a realidade da região onde está inserido, buscando atender às necessidades específicas das pessoas e empresas que dela fazem parte.

  Para consolidar concretamente o perfil delineado, é preciso que estejam definidas competências e habilidades exigíveis no processo de formação profissional dos egressos, tais como:

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

O Curso de Bacharelado em Agronomia da FACULDADE AJES tem como missão propiciar ao acadêmico em processo de formação, futuro profissional da Agronomia, a apropriação de conhecimentos requeridos para a criação e/ou desenvolvimento das seguintes competências e habilidades previstas nas Resoluções CNE/CES Nº 01, de 2 de fevereiro abril de 2006 e Resolução N? 2 de 24 de abril de 2019. Sendo:

I ? Ter sólida formação científica e profissional geral que possibilite absorver e desenvolver tecnologias, baseadas em eficiência técnica e econômica, com enfoque na redução de impactos ambientais;

II ? Ser capaz de avaliar, diagnosticar e desenvolver técnicas de manejo e conservação dos solos;    

III ? Gerenciar a formação e o manejo de culturas agrícolas e agrossilvipastoris, desde a produção até a comercialização, baseadas em conceitos técnicos, econômicos e ecológicos;

IV ? Planejar e utilizar os defensivos agrícolas de forma eficiente e sustentável;

V ? Projetar, organizar, gerenciar e exercer controle de qualidade da matéria prima agrícola, de origem vegetal ou animal, em produtos agroindustriais, visando qualidade de produção e agregação de valor;

VI ? Trabalhar e liderar equipes multidisciplinares:

  1. a) ser capaz de interagir com as diferentes culturas, mediante o trabalho em equipes presenciais ou a distância, de modo que facilite a construção coletiva;
  2. b) Atuar, de forma colaborativa, ética e profissional em equipes multidisciplinares, tanto localmente quanto em rede;
  3. c) Gerenciar projetos e liderar, de forma proativa e colaborativa, definindo as estratégias e construindo o consenso nos grupos;
  4. d) Reconhecer e conviver com as diferenças socioculturais nos mais diversos níveis em todos os contextos em que atua (globais/locais).

VII ? Conhecer e aplicar com ética a legislação e os atos normativos no âmbito do exercício da profissão:

  1. a) Ser capaz de compreender a legislação, a ética e a responsabilidade profissional e avaliar os impactos das atividades de Agronomia na sociedade e no meio ambiente;
  2. b) Atuar sempre respeitando a legislação, e com ética em todas as atividades, zelando para que isso ocorra também no contexto em que estiver atuando.

VIII ? Aprender de forma autônoma e lidar com situações e contextos complexos, atualizando-se em relação aos avanços da ciência, da tecnologia e aos desafios da inovação:

  1. a) Ser capaz de assumir atitude investigativa e autônoma, com vistas à aprendizagem contínua, à produção de novos conhecimentos e ao desenvolvimento de novas tecnologias;
  2. b) Aprender a aprender.

IX ? Produzir matéria prima e desenvolver técnicas e processos para produção de fontes renováveis de energia;

X ? Planejar e adaptar implementos e máquinas para operacionalização dos diferentes procedimentos técnicos agrossilvipastoris;

XI ? Projetar e implantar construções rurais e instalações para infraestrutura agrícola e pecuária;

XII ? Projetar e conduzir alimentação e manejo em sistemas de produção animal;

XIII ? Projetar e conduzir a produção de mudas, a implantação e a manutenção de projetos paisagísticos;

XIV ? Elaborar laudos, perícias e pareceres técnicos com condutas, atitudes e responsabilidades técnicas e socioambientais, e realizar vistorias e arbitramento.

Nesse sentido, as disciplinas que constam na matriz curricular do curso, bem como as atividades extracurriculares, têm por meta o desenvolvimento do perfil atrás delineado e caracterizado pelas respectivas competências e habilidades, formando não somente um Engenheiro Agrônomo, mas sim um agente capaz de encontrar soluções técnicas para questões empresariais e ambientais, profissional desejado atualmente pelo mercado cada vez mais exigente e competitivo.

ATUAÇÃO PROFISSIONAL

Considerando sua formação alicerçada por habilidades e competências gerais e específicas sólidas, o Agrônomo será um profissional que refletirá em seu exercício o domínio da área da Agronomia, bem como do histórico e da evolução das normas, regras e legislação pertinentes a esta área do conhecimento.

Igualmente, o profissional não se abdicará da ética, fundamental ao pleno exercício de sua profissão; dessa forma, o Engenheiro Agrônomo estará apto a atuar em empresas privadas e públicas, entre outras possibilidades. Estará também apto para desenvolver, adaptar e utilizar novas tecnologias, com atuação inovadora e empreendedora, para atender as diversas exigências do mercado de trabalho nas áreas de produção agrícola, gerenciamento, assistência técnica para empresas especializadas ou como autônomo, empresas comerciais de sementes, insumos, adubos, corretivos e produtos fitossanitários, cooperativas, empresas de pesquisa e extensão rural.